literatura, política, cultura e comportamento.
seja em santa maria, em alegrete, no rio de janeiro, em osório ou em liechtenstein.
na verdade, tanto faz.

12 de setembro de 2008

Eleições em Osório II

Acompanhando (à distância, é verdade), a palavra que mais tenho ouvido na campanha política em Osório é "RENOVAÇÃO". E acredito realmente que, quando as coisas não vão bem, a tal renovação se faz necessária. Mas uma renovação de fato! Só como exemplo, dos candidatos à prefeitura, um é o atual, o outro é atualmente vereador (bem como o seu vice) e o terceiro perde o crédito em virtude do desastre que é administração estadual de seu partido (se bem que o tucanato não está sozinho nessa canoa furada, né deputado?). Mas não são esses candidatos de que quero tratar agora.

Para que serve um vereador? Para legislar, dirão os óbvios. Mas, na prática, qual o significado em elegermos o legislativo? E tem candidato (isso em todo o lugar) que promete mundos e fundos. Mas, até que ponto vai o poder de um vereador? Antes da eleição, são festas, promoções, jantares, propagandas, que parece predestinado: ganham aqueles que investiram mais dinheiro. E da onde sai esse dinheiro? Uns tiram do próprio bolso, alegam que saiu do “suor do seu trabalho”; pura balela. Outros não dirão nada, porque estão sendo financiados por empresários, para que se atendam interesses escusos. E outros não gastarão tanto porque não têm o que gastar, ou os fundos saem da própria militância.

Daí que gostaria de refletir: qual deveria ser o meu candidato ideal? Uso o termo “ideal”, não no sentido de impossível, inexistente. Mas no sentido de decantar (entre as 49 opções) os candidatos para que um – e apenas um – receba o meu voto.

Pois bem, vivemos numa dita chamada “democracia representativa”: cracia (forma de governo) + demo (povo), ou seja, um governo escolhido pelo povo. Mas “representação” sugere uma coisa no lugar de outra, uma relação muito próxima entre a metáfora e a metonímia. Daí que “representar” alguém, no teatro, por exemplo, significa um ator assumir a personalidade de um outro – mas pelo qual se liga e dá vida através do seu corpo e da sua voz. No âmbito político, a representação política (ao meu entender) deveria se expressar no legislativo como corpo e voz do povo. Mas será que é isso que acontece?

Você já tem candidato? Você conhece esse candidato? Sabe com o que ele está comprometido? Colocaria a “mão no fogo” por ele? E por que eu faço essas perguntas? Por que, na minha cabeça, o vereador tem uma grande importância: no município, esfera mínima de governo, a câmara está ao alcance de todos. São nas cidades onde as pessoas vivem e convivem. E são dos municípios que se desdobram as esferas estadual e federal, onde há a incumbência de orquestrar a máquina pública de uma maneira mais ampla. Mas agora em outubro, as decisões são para o que é o mais específico.

Quem está à altura de cada um de nós em nos representar? Ou seja, quem, lá dentro, será o meu corpo e a minha voz? O meu candidato defenderá as questões como “eu” penso?

Nessas perguntas eu vejo o problema da individualidade: ou seja, pensamos enquanto EU, e não enquanto NÓS. Lembro da famosa questão: “e o que eu ganho com isso?”, ou as compras de votos (diretas e indiretas), as promessas de cargos e por aí vai. Somos seres coletivos, e precisamos escolher o que é melhor para nós. De maneira “representativa”, penso que o candidato de cada um deveria ser “um de nós, um dos nossos”.

Figurativamente: se nós todos somos colorados, porque vamos, dispersamente, votarmos em gremistas, flamenguistas, corintianos e vascaínos? Ora, se eu me vejo parte da torcida colorada, e temos interesses em comum, porque não canalizar a escolha para um colorado? Não quero banalizar a discussão com o argumento, mas escolho esse a modo de “ilustrar”, para não ser tendencioso mais adiante.

O que eu quero dizer com isso? Na minha cabeça, a escolha do legislativo (e, principalmente, nessa esfera municipal) deveria de concentrar em líderes ligados aos movimentos coletivos organizados de uma cidade: líderes de comunidades (bairros/vilas), de sindicatos, associações, etc. Tudo bem, não posso ser reducionista, devem existir outras formas de se decantar o candidato ideal. Porém, pra mim, o que deverá reger o meu voto é que seja (como diz a música): “assim como eu / uma pessoa comum / filho de Deus / nessa canoa furada / remando contra a maré”. E o seu candidato, corresponde ao seu perfil? Que critérios você usa para escolher o seu candidato?

E, para retomar, sobre a ânsia de renovação: os nomes até podem ser novos, mas as raposas velhas que estão por trás são quase sempre as mesmas. O problema da política no Brasil, e principalmente no interior, é ser muito personalista. Diz uma amiga minha: “só acredito em quem tem caráter!”. Eu não tenho como discordar; mas o candidato não estará nos representando sozinho: há os partidos, as alianças, os que estão por trás do sistema político, os projetos político-partidários, etc. Não nego: começar pelo caráter ajuda muito! Mas as relações são muito mais complexas do que a simples escolha do indivíduo. Se é pra renovar, que se renove de fato! Que se mude os representantes, mas também os partidos e os projetos. Ou então que se reafirme, com convicção, que está bom os projetos pelos quais tem se alternado no poder no município e no Rio Grande do Sul.

Adoraria poder trocar uma idéia. Jamais me coloco como dono da verdade, apenas exprimo um ponto de vista nada definitivo. Não deixem de comentar.

Abaixo, alguns dados colhidos no site do TSE sobre os candidatos de Osório:


candidatos A VEREADOR (49)

partido

coligação

bens declarados*

DOCA - 11013

PP

PMDB / PP / PPS

R$ 582.000,00

MARCO PEREIRA - 45555

PSDB

Sem Coligação

R$ 389.800,00

ROSSANO TEIXEIRA - 11690

PP

PMDB / PP / PPS

R$ 360.000,00

MARINO BRAGA – 12651

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 282.000,00

LUCIANO FLORES - 45678

PSDB

Sem Coligação

R$ 187.000,00

ALTIVO REIS - 11680

PP

PMDB / PP / PPS

R$ 175.000,00

SÉRGIO KINSEL - 15015

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 174.632,23

JÚLIO RAMOS - 15000

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 173.840,00

ZÉ LUCIANO - 15611

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 163.000,00

PEDRINHO DA PREFEITURA - 14000

PTB

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 140.000,00

SANDRA KAUER - 11550

PP

PMDB / PP / PPS

R$ 128.000,00

ROGER CAPUTI - 15190

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 125.640,12

DELEGADO FERRI - 12000

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 118.000,00

CLÁUDIO MARTINS - 15663

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 118.000,00

ENEDINA PAZ - 12444

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 117.000,00

RAMOS - 12355

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 93.000,00

NILSA ESPINDULA - 15155

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 92.064,67

MARIA TREVISAN - 15123

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 90.040,52

JULIO FERNANDES - 23123

PPS

PMDB / PP / PPS

R$ 87.700,00

BETO MATOS - 15555

PMDB

PMDB / PP / PPS

R$ 87.000,00

PROFESSOR DENILSON -13000

PT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 80.000,00

PROFª LOURDES HELENA - 12222

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 75.000,00

PROFESSOR GIL - 12888

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 65.000,00

IVAN DA FARMÁCIA - 12777

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 58.000,00

GETULIO NURY - 45100

PSDB

Sem Coligação

R$ 55.000,00

IARA MARTINS - 45000

PSDB

Sem Coligação

R$ 52.000,00

MIGUEL CALDERON - 11000

PP

PMDB / PP / PPS

R$ 39.000,00

EVA MOCELIN - 45175

PSDB

Sem Coligação

R$ 36.600,86

VALÉRIO DOS ANJOS - 12345

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 30.000,00

VILMAR CABELEIREIRO - 45045

PSDB

Sem Coligação

R$ 18.500,00

BASILISA – 12200

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 18.000,00

ANTÃO SAMPAIO - 12333

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 15.000,00

ANGELA - 11011

PP

PMDB / PP / PPS

R$ 11.000,00

VITOR MATEUS – GUINHO - 45663

PSDB

Sem Coligação

R$ 8.000,00

JORGINHO – 10300

PRB

PRB / PR

R$ 6.000,00

XASCOTE - 45190

PSDB

Sem Coligação

R$ 4.000,00

JULIO (MIRIM) - 12012

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 3.000,00

ISAAC SANA – 45450

PSDB

Sem Coligação

R$ 3.000,00

BINHO DA TELEMENSAGEM - 65656

PCdoB

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 2.800,00

EDZON MARQUES - 45123

PSDB

Sem Coligação

R$ 2.500,00

BELINHA - 12123

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 2.300,00

GILMAR LUZ - 12610

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

R$ 1.000,00

CORINA DA FYSIOCLINICA - 12555

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

O candidato não possui bens a declarar.

DEBORAH PIRES - 12663

PDT

PC do B / PTB / PDT / DEM / PT

O candidato não possui bens a declarar.

JUNINHO - 11111

PP

PMDB / PP / PPS

O candidato não possui bens a declarar.

EVERTON CORTINOVE - 45455

PSDB

Sem Coligação

O candidato não possui bens a declarar.

HILDA MONTEIRO - 45666

PSDB

Sem Coligação

O candidato não possui bens a declarar.

PAULINHO MARGARIDA - 22222

PR

PRB / PR

O candidato não possui bens a declarar.

SILVANA VIANA - 15615

PMDB

PMDB / PP / PPS

O candidato não possui bens a declarar.

*Acesse http://www3.tse.gov.br/sadEleicaoDivulgaCand2008/ e confira a discriminação da declaração de bens apresentada pelos candidatos.

sobre os SETE candidatos que não declararam bens

Legenda

Sexo

Escolaridade

Estado civil

Ocupação

PDT

F

Superior incompleto

Divorciado

Empresário

PDT

F

Ensino Médio completo

Solteiro

Servidor Público Municipal

PP

M

Superior completo

Solteiro

Administrador

PSDB

M

Ensino Médio incompleto

Solteiro

Outros

PSDB

F

Ensino Médio completo

Divorciado

Dona de Casa

PR

M

Ensino Médio incompleto

Casado

Mecânico de Manutenção

PMDB

F

Ensino Médio completo

Solteiro

Comerciante

PERFIL DO CANDIDATO

MAIS JOVEM

MAIS VELHO

Nome completo

LUIZ ISAAC SANA

MARINO PEREIRA BRAGA

Legenda

PDSB – 45450

PDT - 12651

Data de Nasc.

Idade

15/3/1985

23 anos

25/4/1937

71 anos

Estado civil

Solteiro

Casado

Escolaridade

Superior incompleto

Ensino Fundamental incompleto

Ocupação

Estudante, Bolsista, Estagiário e Assemelhados

Aposentado (Exceto Servidor Público)

Naturalidade

Osório / RS

Osório / RS


OCUPAÇAO

Candidatos

Comerciante/ Comerciário

6

Dona de Casa

5

Servidor Público Estadual

4

Servidor Público Municipal

4

Aposentados

3

Professor

3

Administrador

2

Agricultor

2

Empresário

2

Motorista

2

Outros

2

Vereador

2

Advogado

1

Bancário e Economiário

1

Cabeleireiro e Barbeiro

1

Eletricista e Assemelhados

1

Estudante

1

Jornalista e Redator

1

Mecânico de Manutenção

1

Policial Militar

1

Técnico de Obras Civis, Estradas, Saneamento e Assemelhados

1

Trabalhador de Construção Civil

1

Vendedor de Comércio Varejista e Atacadista

1

Veterinário

1

TOTAL

49


Um comentário:

Pablo BERNED disse...

O Kalu não é o dono da Transflor? Porque não está discriminado? E porque os bens do Gilmar Luz estão em vermelho? Mais perguntas???

Postar um comentário

BLOG DO BERNED
literatura, política, cultura e comportamento.
seja em osório, em santa maria ou em liechtenstein.
na verdade, tanto faz.

.::: Após o sinal, deixe o seu nome, e a cidade de onde está falando :::.